Vergonha e Filmes em 3D

27/04/2010 às 18:00 | Publicado em filmes | 3 Comentários
Tags: , , , ,

É com muita vergonha que venho postar neste blog. Onde já se viu um blog ficar por mais de 4 meses sem nenhum post? Como diria Boris Casoy: Isto é uma vergonha!

Assunto para postar não faltou. Assisti muitos filmes, séries e animes, li livros e mangás e ouvi muita música.
Talvez este seja o problema, com tanto assunto para falar, o que escolher? E se o tema escolhido não der um post muito legal? Realmente é complicado.

Para ser sincero, até o começo deste post eu ainda não sabia sobre o que falar, somente quando terminei este último parágrafo foi que a idéia surgiu na minha cabeça: Filmes em 3D.

Se tem uma coisa que eu gosto é de ir no cinema e recentemente começaram a aparecer muitos lançamentos em 3D. Eu não poderia deixar de experimentar esta novidade da técnologia.

Para se ter idéia, um dos motivos para eu comprar lentes de contato foi para que eu conseguisse assistir filmes em 3D sem nenhum problema, já que colocar o óculos 3D por cima do óculos de grau atrapalha demais. Talvez alguém que use óculos pode dizer que acha normal colocar o óculos 3D por cima do de grau, então experimente usar o óculos 3D sem o óculos de grau, é uma diferença enorme.


O último filme que vi em 3D no cinema foi Como Treinar o seu Dragão, mas já assisti também: UP – Altas Aventuras, Os Fantasmas de Scrooge, Tá Chovendo Hamburguer e A Era do Gelo 3, gostei de todos estes e fico triste em saber que perdi a exibição de Toy Story (o primeiro mesmo) em 3D no cinema.

Mas se tem um filme em 3D que não tive nenhuma vontade de assistir é o que mais fez sucesso dentre todos eles: Avatar.

É lógico que o fato de um filme ser em 3D não faz com que ele seja um bom filme, o melhor exemplo disto é Avatar.
Primeiramente devo assumir que não assisti ao filme, mas isto não faz com que eu não conheça a história. Conheço a história e não achei nada atrativa. O filme pode ser 10 em efeitos especiais, o 3D muito bem aplicado, mas o fato da história não me atrair e de achar o enredo fraco, fez com que eu não ficasse nem um pouco atraído para assisti-lo.

O próximo filme da lista de filmes em 3D que irei assistir é Alice no País das Maravilhas, estou com as espectativas altas, espero não me desapontar. Aliás, fica aqui a recomendação para antes de verem Alice no País das Maravilhas assistirem ao Como Treinar o seu Dragão, diversão garantida.

Como sempre faço no final de todos os posts, irei fazer minhas promessas: Espero que eu faça posts com mais frequência para o meu blog, gosto dele, caso contrário já teria o desativado.

Até a próxima.

Em tempo:

Este post esta escrito faz mais de uma semana, como eu iria assistir Alice na semana passada, resolvi esperar assistir ao filme para depois postar no blog.

Estava em meus planos assistir Alice no sábado a noite, já que tenho aula de noite e ficaria difícil ver na estréia. Segundo o Twitter da rede Cinesystem, quem fosse assistir a pré-estréia de Alice e comprasse um combo do filme, pagando 1 real a mais levaria de brinde um baralho do filme, enquanto durassem os estoques. Agora eu tinha um motivo para ver a pré-estréa de Alice.

Na quarta feira minha namorada havia comprado os ingressos para o filme, perguntou sobre o baralho, a moça disse que era só quando comprasse o combo. Então ela deixou para o dia seguinte, quando fossemos no cinema.

A sessão iria começar as 00:11 na madrugada de quinta para sexta feira. Fui para a aula, sai mais cedo e fui ao cinema. Ao chegar lá, pergunto do baralho, o atendente me disse que os baralhos já estavam ESGOTADOS, eu perguntei: – Nossa, mas quantos vieram, não era só para quem comprasse ingresso para o Alice e depois adquirisse o combo? – Ele me disse que não, que o baralho já estava sendo distribuído havia mais de uma semana e era para quem comprasse o combo, independente do filme que fosse. Ou seja, devido a uma propaganda mal elaborada, fiquei sem o baralho do filme.

Acompanhado de minha namorada, fomos ao filme. Tudo bacana, óculos 3D, eu assistindo o filme, a tela ficando desfocada, eu assistindo ao filme, legenda ficando ruim de ler, e começa a vir na minha cabeça algumas perguntas:
– Será que minha vista tá ruim?
– Será que são os óculos que são ruins?
– Será que 3D para filme não é tão legal quanto animação?
– Porque será que neste filme as coisas não saem tanto da tela?

No final do filme cheguei a conclusão de que o 3D não fica tão legal para filme (ao menos no cinema, talvez com a tecnologia das televisões em 3D fique melhor de assistir), de que os óculos 3D do Cinesystem não são legais (a distância entre uma lente e outra – o meio do óculos – é muito grande), 3D é para animação, para parecer mais real, algo que já é real, não precisa ser mais real.

Deixando o 3D de lado, falar um pouco do filme. Eu gostei bastante, achei a história bacana, achei os efeitos bem legais e concluí de que não é um filme voltado para crianças, muito medonho. Se você deseja assistir ao filme, assista, mas não perca dinheiro pagando por uma sessão em 3D, se quiser arriscar, boa sorte.

Agora sim vou encerrar o post.

Até a próxima (de verdade).

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.