One Piece

22/02/2009 às 2:15 | Publicado em anime, manga | 5 Comentários
Tags: , , ,

one_piece_title_9

O blog está meio paradão, mas além de eu estar sem tempo para me dedicar a ele, também estou sem idéias.

A idéia deste post surgiu por 3 motivos: comprei hoje a coleção de mangás do One Piece, li o último capítulo que saiu do mangá (no Japão) e assisti o último episódio do animê que saiu também. Tudo isto me deu inspiração para fazer este post, sobre este animê/mangá, que hoje em dia é considerado por mim como um dos melhores.

oda-s1

One Piece é um mangá/animê de Eiichiro Oda, que assim como muitos outros se inspirou naquele que eu considero como o melhor mangaká de todos os tempos, Akira Toriyama, mas deixando o mestre de lado, One Piece é um anime que já tem mais de 10 anos, e segundo o autor ainda está na metade. Muitos podem pensar – Nossa, isto vai demorar muito, uma hora fica chato – eu mesmo cheguei a pensar isto, mas ao que parece, a história só melhora.

Quando comecei a assistir One Piece, comecei a assistir pelo fato de achar a história engraçada, o que ela é, mas com o tempo eu percebi que vai muito além disto, por se tratar de uma história de piratas, o principal tema atrativo é a aventura.

No começo a história pode não ser muito atrativa, não prender muito a pessoa, mas chega a uma certa altura em que não tem mais como parar de ver/ler, a série te prende de uma forma impressionante.

Eiichiro Oda tem tudo para ser um grande mangaká, afinal, One Piece é um grande animê/mangá que tem tudo para ficar cada vez melhor.

Para finalizar o post, segue um vídeo da primeira abertura de One Piece, o nome da canção é “We Are”.

Até mais.

Anúncios

Yoshihiro Togashi

15/02/2009 às 15:40 | Publicado em anime, manga | 3 Comentários
Tags: , , ,

yoshihiro-togashi-01

Bom, não irei ficar dando satisfações mais sobre o porque de eu não estar postando no blog, mas ando sem tempo, então, irei postar na medida do possível.

Irei falar agora sobre Yoshihiro Togashi, outro mangaká que pra mim é um gênio, depois de Dragon Ball, Yu Yu Haksuho é meu animê favorito, marcou minha infância e aposto que a de muita gente.

Apesar de Yoshihiro Togashi não ter um curriculo tão extenso quanto o Akira Toriyama, ele é o responsável por um clássico dos animês/mangás, Yu Yu Hakusho. Até a uns tempos atrás este era meu animê favorito, mas isto não significa que ele não seja bom, poxa, eu pirava quando o Yusuke lançava seu Leigan.

Nunca fui muito fã de animês dublados e ainda não sou, mas sem dúvida alguma, a melhor dublagem nacional já feita em algum animê é a de Yu Yu Hakusho, a música de abertura é ótima, se chama “Sorriso Contagiante”. Só acho meio triste que no Brasil, Yu Yu Hakusho não tenha feito tanto sucesso quando Pokemon, Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball, os produtos que foram lançados aqui não foram muitos, apenas uma linha de bonecos feito pela estrela (linha que foi muito mal feita), mangás que foram trazidos pela JBC e os DVDs que foram trazidos pela PlayArte (tanto o mangá quanto os DVDs eu possuo).

Voltando a falar sobre Yoshihiro Togashi, ele também é autor de um animeê/mangá que tem feito bastante sucesso, Hunter X Hunter. O animê já foi exibido na tv brasileira, tanto no canal Animax da tv paga e na tv aberta pela RedeTV. Não sei se as duas emissoras chegaram a concluir a exibição da série, mas na RedeTV eu sei que a série não foi bem tratada, houveram cortes, não exibiram abertura e encerramento, o horário era meio ruim, foi mais um tapa buraco. Atualmente o mangá vem sendo publicado pela JBC, que está fazendo um trabalho legalzinho até, do contrário da Focus Filmes, que começou a lançar os DVDs da série mas cancelou (assim como cancelou Fullmetal Alchemist, Super Campeões e algumas outras séries).

Hunter X Hunter ainda não acabou, o mangá encontra-se em publicação no Japão, em ritmo lento, afinal de contas, o autor ficou praticamente 2 anos sem publicar nada e agora publica em ritmo de tartaruga, segundo ele que é porque ele está com problemas de saúde, eu acho que é problema emocional mesmo, os problemas dele começaram quando ele se separou da Naoko Takeuchi, autora de Sailor Moon, o fim do casamento parece ter acabado com ele.

Espero um dia poder ver o fim de Hunter X Hunter, um ótimo animê/mangá, que assim como Yu Yu Hakusho eu recomendo a todos.

Segue abaixo o vídeo da abertura brasileira de Yu Yu Hakusho.

Posts e Mario

10/02/2009 às 23:57 | Publicado em games | 5 Comentários
Tags: , ,

super-mario-world

No começo, pretendia fazer um post por dia no meu blog, afinal de contas, era começo, eu estava inpirado e cheio de idéias, mas conforme o tempo passa, as idéias vão acabando, vou ficando sem tempo, então, irei postar sempre que possível e sempre que tiver alguma idéia.

Você conhece o Mario? Piadinhas a parte, não é o Mario de trás do armário, estou falando o Mario encanador, personagem protagonista da série de jogos da Nintendo. Para fazer este post tive inspiração numa colcha que minha namorada me fez de presente de aniversário, ela FEZ uma colcha com o desenho do cogumelo de “1 life up”, ficou linda, gostei muito.

Mario é um personagem da Nintendo que teve sua primeira aparição no jogo Donkey Kong, a princípio seu nome era Jumpman. Depois de um tempo, notaramque o Mario, até então Jumpman, se parecia muito com o Mario, um italiano que trabalhava na Nintendo, foi aí que definiram seu nome. Para quem não sabe, Mario foi criado por Shigeru Miyamoto, que está envolvido em jogos da série Zelda, Star Fox, Donkey Kong, entre muitos outros. Resumindo, Miyamoto é o cara.

Ao longo da minha vida foram vários os jogos da série que eu joguei: Super Mario Bros., Super Mario Bros. 2, Super Mario Bros. 3, Super Mario World, Super Mario 64, sem contar outros como Yoshi’s Island, Super Mario Kart, Dr. Mario, entre outros. Jogos que me proporcionaram mutia diversão, afinal, se tem algo que é marcante na Nintendo é a diversão, este é o forte dela, tem até aquela frase que muitos conhecem – “O gráfico não importa, o importante é a diversão” – que é verdade, mas sinceramente, o gráfico ajuda bastante, é lógico que isto não faz com que Super Mario World para Super Nintendo seja um jogo ruim, muito pelo contrário, Super Mario World é um dos melhores jogos que já existiram.

Bom, é isto, gostaria de escrever mais, nas não tenho muita idéia, até outro post.

Bacon e a trilogia Back To The Future

06/02/2009 às 17:53 | Publicado em filmes | 2 Comentários
Tags: , ,

bacon

Nossa, realmente estou sem idéias pra psotar, estou devendo 1 post e hoje já tenho que fazer hoje, mas como fazê-lo se não tenho idéias? Há tantas coisas que gosto, mas quais dela realmente dariam um post? Quais delas eu saberia o que falar? É realmente difícil, sem contar que tem dias que a gente simplesmente não está com vontade nenhuma de postar. Este negócio de blog é complicado.

Para começar hoje, como sempre eu posto um fato aleatório e depois eu posto sobre o assunto deste post, que será a trilogia  Back To The Future.

Começando pelo assunto aleatório, é o seguinte, caso meu blog esteja sem graça e você acha que esteja faltando algo nele para ficar mais “gostosinho”, porque não adicionar bacon? Sim, quer ver meu blog com bacon? Clique AQUI

SHuhsaSUHauhsuHSHA, brincadeirinhas para descontrair gente, meu blog tem estado muito sério, eu acho. Caso queira fazer a brincadeira, basta colocar URL http://bacolicio.us/ antes da URL de qualquer site e pronto, o bacon será adicionado ao site.

Agora vamos ao assunto principal, a trilogia de Back To The Future, ou como é conhecido no Brasil, De Volta Para O Futuro

key_art_back_to_the_futureBack To The Future é uma trilogia lançada na década de 80 que se concluiu no começo da década de 90, fala sobre viagens no tempo, onde Doc Brown que contruiu a máquina do tempo em um DeLorean, viaja no tempo junto de Marty McFly.

Quando foi lançado o primeiro Back To The Future em 1985, não havia intenção de se fazer uma continuação, continuação que só foi sair 4 anos depois, em 1989. A princípio a continuação era para ser um filme só, mas o filme ficou mais longo que o previsto, assim, ele foi dividido em 2 partes, a terceira parte saiu logo no ano seguinte, em 1990.

Eu já conhecia o filme porque sempre assistia alguns pedaços dele na Seção da Tarde da Globo, mas nunca tinha visto as 3 partes ou se quer 1 parte inteira, até que um dia quando eu estava na Americanas do Jacareí Shopping (propaganda), encontrei um box com os 3 filmes, não estava caro, então resolvi comprar. Assisti o primeiro num domingo na casa da minha namorada, o segundo no sábado seguinte em casa (com minha namorada novamente) e o terceiro na casa dela outra vez. Tenho a leve impressão de que ela só assistiu porque eu queria muito assistir, mas não acho que ela tenha gostado de assistir aos filmes assim.

O legal de Back To The Future é que não há um gênero sozinho que possa classificar o filme, eu poderia dizer que a trilogia é ficção científica, comédia, romance, ação, drama, ou algum outro gênero que não esteja passando em minha cabeça agora. É engraçado também você ver a imagem de que as pessoas tinham do futuro, no filme eles chegam a viajar para 2015, um futuro que está bem próximo da gente, mas a visão que eles tinham do futuro de 2015 na época deles é muito diferente do que podemos imaginar sobre como será 2015.

Back To The Future é uma ótima trilogia, recomendo a todos que queiram se divertir.

Este post foi para “pagar a dívida” do post que eu estava devendo, acho que ainda hoje eu posto outro para ficar tudo certinho.

Video games – parte 3

05/02/2009 às 0:32 | Publicado em games | Deixe um comentário
Tags: , , ,

Finalmente a última parte da série de posts sobre video games que já tive ou tenho ainda, afinal, este último posts será sobre o console que jogo atualmente e um pequeno detalhe que esqueci de citar nos outros posts, um Game Boy Color, então, irei começar por ele.

22203Um amigo da minha mãe trouxe dos Estados Unidos pra mim, paguei 120 reais na época de lançamento, aqui custava cerca de 250 para mais. Como todo mundo que comprava Game Boy Color na época, comprava por uma única razão, Pokémon. Nossa, eu poderia dizer que foi o único jogo que joguei no meu Game Boy, passava horas jogando, eu tinha Pokémon Red, se você me perguntar qual outro jogo eu joguei só irei me lembrar de The Legend of Zelda , de resto não lembro de mais nada.

Até hoje possuo meu Game Boy Color, não vendo por nada, é um console portátil que tenho muito carinho. O meu é o da mesma cor da foto. Por curiosidade, hoje me deu vontade de sair por aí e comprar uns jogos de Game Boy, afinal de contas, de que adianta guardar ele para o futuro, se não terei nenhum jogo para jogar.

ps2Atualmente tenho jogado Playstation 2, na medida do possível, afinal, não tenho mais tanto tempo para video game, mas sempre que tenho tempo livre eu jogo.

Faz pouco mais de 1 ano que comprei o video game, foi o primeiro video game que comprei com o meu dinheiro, na verdade, meu pai emprestou dinheiro e daí eu paguei ele, dei 200 reais de entrada e parcelei o resto em 3 vezes de 100 reais.

Gosto muito do Playstation 2, é um console que ainda irei jogar por um bom tempo, por mais que adquira outro, afinal, tem muita coisa ainda que quero jogar nele. Atualmente estou jogando Final Fantasy X (ainda) e já tenho uma lista enorme de títulos para zerar.

playE este é o futuro que me aguarda, um Playstation 3. Sempre fui nintendista, afinal, sempre preferi diversão do que pensar em gráficos e tudo mais, mas ultimamente estou levando mais em consideração a parte de gráficos, isto tem me trazido diversão.

Muita gente pode falar que prefere Xbox 360, devido ao custo-benefício do mesmo, afinal, é um video game destravado e o Playstation 3 é um video game caro que ainda não foi destravado. Há quem diga que não irá vingar, mas para mim, ainda nem começou, Playstation 3 para mim é um console da próxima geração.

Sem contar o fato de ser um blu-ray player relativamente barato se você pensar que qualquer outro blu-ray player  custa mais da metade do preço de um Playstation 3. Não me imporo de ter que pagar caro pelos jogos originais, até porque, eu tenho aqui em casa mais de 20 jogos do Playstation 2, para que tudo isto se eu não jogo nem 5? Comprarei apenas o necessário e serei feliz.

Bom, encerro por aqui a série de posts sobre os videos games que estão, já estiveram e estarão algum dia presentes em minha vida.

Até o próximo post.

PS: Não consegui novamente postar em tempo, então acho que hoje serão dois posts para compensar.

Video games – parte 2

04/02/2009 às 2:01 | Publicado em games | 3 Comentários
Tags: , , ,

Este post era para ter saído ontem, mas já passou da meia noite, então, é provável que hoje tenha 2 posts, afinal, quero manter a linha de UM post por dia.

Continuando a minha história com os games, irei falar agora do Nintendo 64.

nintendo64Nintendo 64 foi um console que teve uma passagem muito breve pela minha vida, mas não deixou de proporcionar bons momentos de diversão, afinal, para quem pulou de um Super Nintendo para um Nintendo 64, pode perceber grandes mudanças, começando pelos gráficos em 3D.

Me lembro de ter jogado ótimos títulos para Nintendo 64, dentre eles clássicos como Zelda – Ocarina Of Time, Super Mario 64, Mario Kart 64, Star Fox 64, dentre outros.

Devido ao alto preço dos cartuchos, Nintendo 64 foi outro console no qual tive que alugar cartuchos, o problema era zerar um cartucho que você teria que devolver no dia seguinte (quando não alugado no sábado).

Muitas pessoas geralmente antes de irem para o Nintendo 64, passaram por consoles como Playstation, NeoGeo ou Sega Saturn, afinal de contas, é uma linha cronológica, Nintendo 64 é um video game de 64 bits, diferente destes outros citados, que são de 32 bits, eu fiz diferente, eu regredi, após um tempo com o Nintenod 64, conheci o Playstation em uma época que começou a se popularizar pelo Brasil, acredito que tenha sido devido aos títulos de peso que foram lançados para o mesmo e também pelo acesso à pirataria. Assim, resolvi vender o Nintendo 64 e comprar o Playstation.

playstationconsole_bkg-transparentCom o Playstation devo ter ficado por cerca de uns 5 anos, acho que dos meus 10 até os meus 15 anos. A vantagem de poder comprar CDs piratas ajudou muito na escolha deste console, não me arrependi nem um pouco de ter mudado.

Joguei muito este video game, os campeonatos de Dragon Ball GT Final Bout  que realizava na casa de um amigo meu vão ficar eternizados na minha memória. Acho que foi o console que mais joguei, mas não o que mais ficou comigo, o que mais ficou comigo é o Dreamcast, que comprei ao vender meu Playstation.

news7_0jpgApesar da Sega ter falido e o console não ter vingado, O Dreamcast é um ótimo console. Possui muitos títulos de peso, foi o primeiro console com acesso a internet, permitindo que seus usuários jogassem online, gráficos muito bons, pois foi o primeiro console de 128 bits, um memory card interativo, resumindo, era um console revolucionário que tinha tudo para dar certo, mas infelizmente a Sega faliu.

Continuo com o meu Dreamcast até hoje, vira e mexe eu instalo ele parar jogar Sonic Adventure ou Shenmue, por falar em Shenmue, é um dos melhores jogos que já joguei.

Não pretendo vender meu Dreamcast e nenhum outro video game que eu tenha daqui para frente, me arrependo de ter vendido os outros para ficar comprando outro video game.

Amanhã irei postar a parte 3, a última parte desta série de posts.

Fui.

Banner no blog e video games – parte 1

02/02/2009 às 22:15 | Publicado em games | 2 Comentários
Tags: , , , ,

Passou o fim de semana e eu não postei nada, não quero tratar o blog como um trabalho, uma obrigação de dias úteis, mas não postei porque em fins de semana meus dias são corridos e se eu postar todos os dias chegará uma hora que não terei o que postar.

Como todos os posts até agora, antes de falar sobre o assunto principal, eu falo sobre alguma novidade do blog. Apesar de achar que não terei muitas novidades para falar por um bom temo, até eu achar algo para alterar no blog. Bem, a mudança da vez é que finalmente ele está com o banner, banner feito pela minha namorada, eu pedi para que ela fizesse um MIX de coisas que eu gosto e ficou daquele jeito, eu gostei bastante do trabalho. Valeu amor!

Seguindo para o próximo assunto…

Hoje irei falar sobre os video games que já tive, na verdade acho que irei falar amanhã também, afinal, tive muitos video games, muitos que já não estão comigo mas que de certa forma marcaram alguma fase da minha vida, então, vamos lá.

800px-atari2600aSabe aquela fase da sua vida, quando você teve entre 2 e 3 anos, então, eu pelo menos não tenho muitas imagens na minha cabeça deste período, acho que por ser novinho e hoje estar já com quase 20 anos, não me lembro direito desta fase, mas uma das coisas que lembro é que tinha um Atari em casa, é o mesmo modelo do Atari da foto, aquele que é de madeira.

Dentre as imagens que lembro dele, lembro de ter jogado/tentado jogar Enduro, Frog, Pac-Man e Pong. Estes são os que lembro agora, do video game mesmo só tenho duas imagens, uma de quando meus pais foram viajar pra Minas Gerais, um tio meu morava lá e levaram o video game para a casa dele, lembro de ter jogado lá. Lembro também do fim dele, quando ele já queimado e quebrado estava dentro do saco de lixo (a madeira havia quebrado, só não lembro como), estava chegando do jardim de infância quando vi o saco na rua com o video game dentro. Estas são as recordações que tenho dele.

800px-master_system_iiO tempo passou e eu ganhei um Master System, o mesmo modelo da foto também. Lembro que ele vinha na memória com Sonic The Hedgehog, me lembro jogando Sonic, eu chamava o Dr. Eggman de “bigodão” devido ao seu grande bigode, afinal, eu não sabia o nome dele.

Lembro que eu alugava jogos para ele, lembro de ter alugado Mônica no Castelo do Dragão, que investigando agora, descobri que se tratava na verdade do jogo Wonder Boy In Monster Land modificado pela TecToy, empresa que trouxe o Master System pro Brasil e muitos outros consoles da Sega, lembro do clássico Alex Kidd In Miracle World, lembro do meupai ter comprado um jogo que se jogava com a pistola do Master System, aquilo era fascinante. Dentre os jogos me lembro de ter jogado também California Games, adaptado no Brasil para Jogos de Verão, lembro do Tom e Jerry e também do Castle Of Illusions, um joguinho do Mickey.

Infelizmente ele, o Master System foi roubado, quando assaltaram a minha casa, mas isto conto quando falar do próximo console.

1991_super_nintendo

Ah, Super Nintendo, este marcou época, foram tantos jogos jogados, tantas emoções (bordão plagiado do Rei Roberto Carlos).

Quando eu ganhei o Super Nintendo ele veio com o cartucho Battletoad in Battlemaniacs, nossa, que jogo viciante, apesar de ser EXTREMAMENTE difícil, nunca conegui zerar. Super Nintendo é outro console que aluguei muitos jogos, que emprestei, mas eu não fiquei muito tempo com o meu primeiro Super Nintendo, pois minha casa foi assaltada e levaram o mesmo, irei contar agora a história.

Estava eu chegando da escola de carro com meu pai, o portão de casa estava aberto, achei estranho, mas a princípio pensei que minha mãe havia chego do trabalho e deixado o portão aberto. Quando colocamos o carro na garagem, a janela que dá pra garagem também estava aberta, porém, a porta continuou trancada, quando olhamos pela janela para dentro da sala, percebemos que estavam faltando coisas, a primeira coisa que dei falta, meu Master System, ele era que estava instalado no momento, o Super Nintendo estava guardado. Entrei em casa, além do Master System também tinha sido levado o video-cassete e tentaram levar o toca CD que tinha na sala, mas não coube na mala (tinha uma mala na sala, deixada por meu pai que tinha acabado de chegar de viagem), a primeira vista, só tinham levado o Master System e o video-cassete mesmo, mas o pior estava por vir.

O Super Nintendo estava guardado dentro da caixa dele em uma gaveta da estante, pensei comigo mesmo – Ainda bem que não levaram o Super Nintendo, imagina se ele estivesse instalado – para minha alegria, quando abri a gaveta, lá estava a caixa do Super Nintendo, fechadinha, aparentemente intacta. Aparentemente intacta? Sim, só aparência, quando abri a caixa, o Super Nintendo não estava dentro, eu tenho certeza que o maldito do ladrão fez isto de propósito, só para eu pensar que o Super Nintendo não havia sido roubado.

Depois de algum tempo sem nenhum video game, eu ganhei um outro Super Nintendo, veio com uma fita do jogo Prince Of Persia, jogo muito difícil também. Acho que meus pais não queriam que eu jogasse tanto video game, afinal, só ganhei jogos difíceis. Com o Super Nintendo eu fui  até comprar um Nintendo 64 (OMG, NINTENDO 64), mas este fica para o próximo post.

Então, até o próximo post, com a parte 2 da minha história com os video games.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.